Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
assine 3

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

10.08.2006 | AGRICULTURA FAMILIAR - por Diário Catarinense (SC)

Arroz orgânico é novo filão em SC

Alguns agricultores de Turvo estão apostando na produção de arroz orgânico, em parceria com a Epagri e prefeitura, o que pode representar um novo filão de mercado para os produtores da região

Conhecido como Capital da Mecanização Agrícola e do Arroz, o município exibe seu potencial econômico a cada dois anos, na Festa do Colono. A colonização de Turvo começou com os italianos que abriram estradas para o Estado e receberam como pagamento grandes extensões de terras.

Construíram engenho de farinha e uma serraria, atraindo outros colonos para a vizinhança, que abriram vendas e ergueram a capela.

O lugar recebeu o nome de Turvo devido às águas turvas do rio. Emancipou-se de Araranguá em 30 de dezembro de 1948.

No município cultiva-se essencialmente arroz, milho e fumo. Seu desenvolvimento teve grande impulso econômico no início da década de 1980, após adotar o programa de irrigação.

Alguns agricultores de Turvo estão apostando na produção de arroz orgânico, em parceria com a Epagri e prefeitura, o que pode representar um novo filão de mercado para os produtores da região.

Turvo também tem apostado nos últimos anos na rizipiscicultura, que é o cultivo do arroz irrigado por inundação, consorciado com o peixe, em sistema considerado semi-intensivo, num uso racional do solo e da água e sem o uso de agrotóxicos.

O município possui o único frigorífico de peixes do Extremo-Sul catarinense, produzindo cerca de mil quilos de carne por mês.

Também tem aumentado o número de indústrias no município, além de um comércio forte, que atrai os moradores das cidades mais próximas.

Entre as atrações de Turvo destacam-se o Futlama, um jogo de futebol que é disputado na lama (cancha de arroz), o passeio ciclístico realizado uma vez por ano e o Morro Pelado, de onde pode-se ter uma visão de grande parte do Vale do Araranguá. No seu interior, há uma furna excelente para a prática do rapel.

O desfile anual de máquinas agrícolas reuniu, na última festa, realizado no ano passado, quase dois mil veículos. Os tratores tomam conta da rua principal da cidade.



Enviar notícia para um amigo

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio