Abertura da Colheita do Arroz

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
Assine 5

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos

notícias

29.10.2020 | SAFRA - por Emater/RS

Condições favorecem plantio no RS, diz Emater/RS

O estado fitossanitário é muito bom e o plantio chegou a 78%

imagem Evolução da lavoura é boa depois das chuvas Foto: Divulgação

Segue a semeadura de arroz nas regiões produtoras do Rio Grande do Sul. As condições são favoráveis à atividade, que chegou a 78% das áreas, segundo a Emater/RS.

Estima-se que 75% das lavouras da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Bagé já tenham sido implantadas. Na semana, o plantio ficou praticamente paralisado, no aguardo de precipitações, para o estabelecimento inicial sem a necessidade de banhos nas lavouras, minimizando o uso de água disponível nos reservatórios. As lavouras semeadas nas semanas anteriores apresentam bom estabelecimento inicial. Iniciou o processo de irrigação nas áreas em desenvolvimento vegetativo.

Na de Porto Alegre, a semeadura foi acelerada, pois o tempo permitiu antecipar a operação. Produtores aproveitam o período sem chuvas para terminar o preparo do solo. A semana fechou com 36% da área semeada. Lavouras em fase inicial, com boa germinação devido à umidade do solo. Foram iniciados os tratos culturais imediatamente subsequentes à semeadura: controle de invasoras e pragas, aplicação de fertilizantes em cobertura e irrigação.

O estado fitossanitário é muito bom.

Na regional de Santa Maria, 34% das lavouras estão plantadas, um avanço significativo na semana; estão nas fases de germinação e desenvolvimento vegetativo. A previsão de aumento de áreas nesta safra talvez não se confirme, pois para que isso se consolide, os produtores ainda dependem do nível dos reservatórios de água e da previsão de chuva durante o ciclo da cultura.

Na regional de Soledade, estima-se que 60% das áreas estejam plantadas. O clima da semana favoreceu a semeadura do arroz irrigado em sistema de semeadura em solo seco.

Na região de Pelotas, a semeadura está na reta final. As condições do tempo durante a semana seguiram favoráveis à atividade; houve períodos de chuvas, mas em volumes reduzidos, favorecendo a germinação e emergência do arroz e permitindo o acelerado ritmo de plantio. Em Arroio Grande, devido às chuvas localizadas e esparsas, produtores já planejavam o banho em algumas áreas para auxiliar na germinação e emergência.

Em Santa Vitória do Palmar, 97% das lavouras estão semeadas; em Rio Grande e Pelotas, 95%; em Arroio Grande, foram implantados 82% dos cultivos. As reservas de água estão nos níveis adequados e suficientes para a irrigação das áreas planejadas e já semeadas.

Na de Santa Rosa, há redução no volume de água reservada em decorrência da pouca chuva. Nos municípios produtores de Santo Antônio das Missões e Garruchos, foram iniciadas a semeadura e a inundação das áreas.

Mercado (saca de 50 quilos)

No levantamento semanal realizado pela Emater/RS-Ascar, o preço médio do arroz chegou a R$ 103,25/sc., um aumento de oito centavos em relação à cotação da semana anterior.

O arroz tipo 1, com 58% a 60% de grãos inteiros, foi comercializado na regional de Bagé ao preço médio de R$ 100,00; na de Pelotas, entre R$ 100,00 e R$ 106,00. Na região de Santa Rosa, o preço continua em R$ 98,00. Na de Porto Alegre, o arroz chegou a R$ 108,00; em Soledade, a R$ 98,33. Em Santa Maria, onde há dois meses o preço da saca era R$ 61,27, a atual cotação chegou a R$ 98,85/sc. O mercado continua meio retraído depois da retirada da taxa de importação.


Enviar notícia para um amigo

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2020 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio