sulfacal

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
assine 3
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Facebook

notícias

13.02.2020 | SAFRA - por Farsul

Levantamento realizado pela Farsul aponta descapitalização do produtor de arroz

Recursos próprios e crédito rural controlado perderam espaço para indústria

Um levantamento do financiamento da lavoura arrozeira das últimas dez safras, aponta uma forte descapitalização do produtor rural e a redução do crédito rural controlado e aumento do financiamento nas indústrias, inexistente em 2010 e que hoje responde por mais da metade do total do mercado, juntamente com revendas e cooperativas. O levantamento foi realizado pela Farsul com dados dos custos de Produção do Projeto Campo Futuro (CNA/Esalq-Cepea/Farsul) e foram divulgados durante a 30ª Abertura da Colheita do Arroz, em Capão do Leão/RS.

Em 2010, ano do início da pesquisa, o capital próprio do produtor respondia por 35% do total dos custos. Em 2019, esse percentual caiu para 10%. No mesmo período, o crédito rural controlado recuou de 50% para 20% dos recursos captados. Para o economista-chefe do Sistema Farsul, Antônio da Luz, isso demonstra que a capacidade dessa forma de financiamento em atender as necessidades do produtor rural está esgotada.

Por outro lado, a captação de recursos por meio da indústria, inexistente em 2010, agora é responsável por 50% do volume. Apesar de ainda responder por uma pequena parcela, os recursos livres dos bancos privados, que também não aparecia no início do levantamento, em 2019 registrava 5%. Revendas e cooperativas mantiveram 15% dos recursos ao longo do levantamento.

Luz aponta a descapitalização do produtor como o ponto mais sensível do levantamento. A dependência por recursos externos acaba por afetar diretamente no gerenciamento do seu negócio. "O efeito da queda do capital próprio é que ele compra mal os insumos e vende mal seus produtos", avalia.


Enviar notícia para um amigo

comentários (2)

13/02/2020 - Marcos Hanus ( - CE)
Essa é a realidade. Produtores quebrados e industria com dinheiro de sobra.
Quando os produtores acordarem a indústria terá que plantar para ter matéria prima. Mas talvez esse dia nunca chegue, pois depende da inteligência dos produtores para isso acontecer.
14/02/2020 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
10 anos depois se deram conta... 10 anos que estamos aqui falando que os CPRs empacam o negócio do arroz !!! Até que enfim alguém teve coragem de vir a público para falar do problema... CPRs custam até 70% ao ano ao produtor... juros + redução de preço de venda (por ter que entregar o produto durante a colheita)... Virou agiotagem institucionalizada... Quem contrata vira funcionário da indústria!!! Mas muitos adoram plantar e não lucrar quase nada!!! Os produtores estão quebrados... mas já fazem 10 anos!!! É por isso que a soja se expande... Arroz é agiotagem e especulação pura!!!

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

busca no site

buscar
gluten3
Todos os direitos reservados - Copyright 2020 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio