Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
assine 3
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

09.02.2020 | EXPORTAÇÃO - por Carlos Cogo Inteligência em Agronegócio

Exportações caem e importações aumentam levemente, mas superávit é mantido

Volume de embarques em casca chegou a surpreender o setor, que esperava menos

As exportações brasileiras de arroz (base casca) registraram forte retração em janeiro/2020, o penúltimo mês do ano-safra 2018/2019, que iniciou em 1º de março de 2019 e se encerra em 28 de fevereiro de 2020. Em janeiro/2020, as exportações atingiram 70.630 toneladas (base casca), o segundo pior desempenho do atual ano safra, após ter atingido um expressivo volume de embarques de 232.295 toneladas (base casca) em dezembro/2019.

Em janeiro/2020, as exportações recuaram 70% em relação ao mês anterior (dezembro/2019) e ficaram 49% abaixo do mesmo mês do ano passado (janeiro/2019). Os destaques do mês de janeiro/2020 foram as exportações 20,0 mil toneladas de arroz em casca para a Costa Rica e 15,4 mil toneladas de arroz em casca para a Venezuela.

As exportações de janeiro/2020 ficaram 50% abaixo da média mensal de embarques no ano-safra anterior (2017/2018), que foi de 139.240 toneladas (base casca). No acumulado do atual ano-safra 2018/2019 (março/2019 a janeiro/2020), as exportações registram um expressivo recuo de 21% em relação ao mesmo período da temporada anterior.

Em janeiro/2020, os embarques de arroz em casca responderam por 50,18% do total. As exportações de produto beneficiado responderam por 49,56% das vendas externas e as de quebrados de arroz, apenas 0,26% do total embarcado em janeiro/2020. Com esse resultado parcial de março/2019 a janeiro/2020, o Brasil registra um superávit de 324,6 mil toneladas base casca na balança comercial do setor no corrente ano-safra de 2018/2019.

IMPORTAÇÕES

Em janeiro de 2020, o penúltimo mês do ano-safra 2018/2019, que iniciou em 1º de março de 2019 e se encerra em 28 de fevereiro de 2020, as importações brasileiras de arroz (base casca) atingiram 57.819 toneladas (base casca), apenas 3% acima do mesmo mês do ano-safra anterior (janeiro/2019). Entretanto, em relação ao mês anterior (dezembro/2019), as importações recuaram 11%. No acumulado da atual safra (março/2019 a janeiro/2020), as importações registram expressiva alta de 22% em relação ao mesmo período da temporada anterior. Do total importado pelo Brasil em janeiro/2020, 62,3% foram oriundos do Paraguai; 32,0% do Uruguai; 4,3% da Argentina; e os restantes 1,4% de outras origens. As importações de janeiro/2020 ficaram 18% abaixo da média mensal registrada no ano-safra anterior (2017/2018).

 




Enviar notícia para um amigo

comentários (3)

09/02/2020 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
Vai exportar como se não tem mais arroz??? E o que tem mal dá para o mercado interno. Dólar rumo aos R$ 4,50 é só começar a colheita e as exportações retornam com força!
10/02/2020 - Felipe de Paula (Lorena - SP)
Com uma exportação de Jan a Dez de 2019 em 1,418 milhão de toneladas, com mercados como o México e Iraque abertos, com dólar alto acima de R$4,30, com safra reduzida 2018-2019 ( quebra de 13% ), com estoque de passagem baixo, com previsão de safra justa 2019-2020... Dizer que exportações recuaram como título de reportagem é no mínimo fora de contexto... Ao meu ver a machete deveria ser, ' Sem arroz pro mercado interno, a entressafra segura as exportações'.

Cenas dos próximos capítulos... Será que as CPRs agirão derrubadoras de preços abaixo dos custos? Será que o dólar continuará nesses patamares? P q com esse dólar alto, as expostações vão bem, mas os custos de insumos encarecerão ainda mais o já alto custo de prdução do arroz... Será que o Arroz perderá o protagonismo no prato do brasileiro nos próximos anos? Será que esse governo agirá para diminuir os custos de produção? Será que a reforma tributária sai esse ano?

Acredito num casca a 49 em março, 48 em Abril, 47 em Maio, 48 em Junho, 49 em Julho, 50 em Agosto-2020..

Mais dúvidas que certezas...

abraços e boa sorte a todos!
10/02/2020 - Marcos Hanus ( - CE)
Nunca foi tão difícil fazer previsão, como apostou o Felipe.
A safra está ajustada, plantio reduzido, dólar em alta. Fatores altistas, o fator baixista é a produtividade, ainda incerta, devidos aos atrasos climáticos.
Poderemos ter chuvas fortes em março, atrasando a colheita, em Santa Catarina muita chuva já.

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2020 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio