Abertura da Colheita do Arroz

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
Assine 5
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Facebook

notícias

01.11.2019 | PESQUISA

Muito além da eficiência

BASF anuncia seis anos de novidades e inovação para o cultivo do arroz

imagem Área com Provisia™ nos EUA demonstra eficiência do sistema

 Até 2025, a lavoura de arroz do Brasil receberá novos sistemas e ferramentas geradas pela BASF, empresa líder na proteção de cultivos no país. Vitor Bernardes, gerente de marketing de trigo e arroz da empresa, antecipou para Planeta Arroz algumas dessas novidades durante o XI Congresso Brasileiro do Arroz Irrigado, em agosto, em Balneário Camboriú (SC).

A primeira das novidades já está nas lavouras na safra 2019/20: o AURA, um herbicida seletivo de pós-emergência sistêmico que controla gramíneas anuais e apresenta efeito supressor sobre plantas perenes. O produto voltou para atender a demanda dos arrozeiros. Após a aplicação sobre a superfície das folhas, o ingrediente ativo é absorvido e inibe rapidamente a enzima ACCase, bloqueando a reação inicial da rota metabólica da síntese de lipídios. Isso resulta na paralisação do crescimento das plantas daninhas. As gramíneas secam entre uma e três semanas.

O defensivo tem ótimos resultados no controle de papuã (Brachiaria plantaginea), capim-arroz (Echinochloas) e milhã (Digitaria horizontalis, Digitaria sanguinalis). Em terras altas controla capim-carrapicho (Cenchrus echinatus), capim-pé-de-galinha (Eleusine indica) e braquiárias (Brachiaria decumbens).

Entre os lançamentos previstos pela BASF para os próximos anos estão um brusonecida (Seltima) e um fungicida para tratamento de sementes (Sistiva) e outro para proteger plantas na safra 2021/22, um inseticida voltado ao controle de percevejos e novas variedades de cultivares.

 

Bernardes: sustentabilidade da lavoura e longevidade do sistema

PROVISIA 

A grande expectativa dos arrozeiros com relação aos lançamentos da BASF é a chegada do sistema de arroz Provisia™. Vitor Bernardes afirma que a intenção da empresa é disponibilizar a tecnologia o mais breve possível. Ela é aplicada nos Estados Unidos desde 2018. Com um arroz não modificado geneticamente que resista ao herbicida, o sistema permite aplicação do pós-emergente no controle de plantas daninhas, incluindo resistentes a acetolactato sintase (ALS) e arroz vermelho.

Assim, os rizicultores poderão utilizar diferentes mecanismos de ação para um manejo mais sustentável, pois ele complementa o manejo atual de invasoras com o uso do Clearfield® (CL), tecnologia da BASF que é líder de mercado com quase 80% de adoção em áreas irrigadas no país.

“O Clearfield® revolucionou a produção tornando viável o cultivo em áreas tomadas pelo arroz vermelho, de difícil controle. O Provisia™ contribuirá para a longevidade das tecnologias e a sustentabilidade dos rizicultores”, diz Bernardes. A BASF orienta a utilização dos sistemas para arroz – Clearfield® e Provisia™ - em alternância com o cultivo da soja.

EDIÇÃO 72

publicado na edição

EDIÇÃO 72
Novembro de 2019

Veja o conteúdo

Disponível
Versão Impressa


Enviar notícia para um amigo

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2020 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio