Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
assine 3
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

22.08.2019 | SAFRA - por Cleiton Evandro dos Santos - AgroDados - Planeta Arroz

Firmes, cotações do arroz entram na reta final de agosto

Aumento da demanda, em especial por grão superior, tem gerado pequeno aquecimento no mercado

imagem Lavouras já estão sendo preparadas Foto: Leomar Flávio Alves

As duas últimas semanas foram marcadas por leve, mas crescente aquecimento nas movimentações do mercado de arroz no Sul do Brasil. Indústrias de menor porte e cooperativas passaram a agir no sentido de voltar às aquisições, ainda que em pequenos lotes, e com o início do plantio em Santa Catarina e a finalização dos preparos para a semeadura no Rio Grande do Sul, os produtores estão dispostos a liberar paulatinamente o arroz estocado em casa ou nas indústrias para cumprir com suas despesas. As imagens aéreas em muitas regiões, como na Depressão Central, demonstram que o preparo do solo foi antecipado.

As indústrias argumentam que têm ido ao mercado em busca de matéria-prima, mas não encontram oferta. Ao mesmo tempo, a boa notícia, é de que o varejo começou a aceitar o repasse gradual e ainda pequeno, dos custos, o que eleva o preço. Também nos atacadistas o mercado se compra mais comprador e receptivo a melhores preços.

Nesta queda de braços, as cotações ao produtor conseguiram acumular alta de 2,49% no mês, segundo o indicador de preços do arroz em casca, em saca de 50 quilos (58x10) alcançaram média de R$ 43,97, próximos de romper a casa dos R$ 44,00. Em junho e julho haviam descido até a casa dos R$ 42,00. Nesta quarta-feira, dia 21, os preços se mantiveram no equivalente a US$ 10,93 por saca, conforme a cotação do dia da moeda norte-americana. Nos atuais patamares a importação não é tão valorizada e a exportação brasileira pode encontrar folego e oportunidades para manter relativo equilíbrio na balança comercial.

Na próxima semana, durante a Expointer, o Instituto Rio Grandense do Arroz deve anunciar a intenção de plantio no Rio Grande do Sul tanto para o arroz irrigado quanto para a soja em terras de arroz, como tradicionalmente acontece. Extraoficialmente, a expectativa é de que indique a área de arroz abaixo de 1 milhão de hectares, mesmo com o anúncio de linhas de crédito para renegociação do endividamento do setor. A soja deve evoluir de 317 mil, para 330 mil hectares cultivados em terras baixas, segundo apurado por Planeta Arroz.




Enviar notícia para um amigo

comentários (4)

22/08/2019 - Marcos Hanus ( - CE)
A bola da vez será o anúncio do irga sobre a intenção de plantio. Se houver redução de área, o preço reage.
22/08/2019 - Edereson Diehl ( - AC)
QUE CONVERSA É ESSA DE FINALIZACÃO, MUITA GENTE NEM COLOCOU OS TRATOR NA TERRA PQ NÃO FAZ UMA SEMANA QUE BAIXOU A ULTIMA ENCHENTE.SÓ TERRAS MAIS ALTAS MESMO. ESSA MESMA DA FOTO TEM UM BAIXO COM ÁGUA AINDA E PROVAVELMENTE DAQUI UM MES PODERA ESTAR COM ENCHENTE.
23/08/2019 - Fernando Henrique Perske (agudo - RS)
Essas áreas da foto... estão todas por serem ainda preparadas...muita agua pra passar em baixo da ponte ainda até o plantio... q tenhamos boa safra!!
24/08/2019 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
Conversa fiada que os preços estão reagindo. Em São Borja o 424, 60 inteiro, livre R$ 41,32... Tudo parado que nem água de poço... Previsão de frio até outubro é meio perigoso plantar em setembro... Dólar em alta... Exportações aumentando... Muito em breve teremos um BUMMM... Vai ser um Deus nos acuda atrás de arroz... Quem puder segurar até janeiro ou fevereiro vai ganhar dinheiro!!! Quem plantar soja também... Os números que virão darão conta de uma pequena redução de área... muito chute... porque tudo pode acontecer até dezembro no final do plantio... Soja crescendo... lentamente vai ocupando o seu espaço... Para as indústrias que emprestam via CPRs os números do Irga ou Conab não surtam efeitos... Eles tem os números deles... Então a expectativa de produção já é bem conhecida por eles... O preço vai subir é quando a oferta reduzir e o ajuste na produção ficar visível!!!

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio