Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
assine 3
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

08.08.2019 | SAFRA - por Cleiton Evandro dos Santos - AgroDados - Planeta Arroz

Abiarroz aponta queda no consumo nacional

Números de pesquisa da indústria serão apresentados em Santa Maria (RS) apenas para lideranças setoriais e dirigentes de beneficiadoras

 A Associação Brasileira das Indústrias de Arroz (Abiarroz) realizará assembleia geral nesta sexta-feira em Santa Maria (RS) com o objetivo de analisar prestações de contas e debater temas inerentes ao setor como a comercialização e a conjuntura de mercado e o consumo. Dirigentes da entidade estão percorrendo as indústrias do Estado em visitação e para recolher sugestões e debater temas de interesse.

A novidade nesta assembleia será a apresentação dos resultados de uma pesquisa de consumo realizada com representantes da orizicultura e do varejo pela internet. A indicação inicial é de uma demanda nacional menor do que o previsto pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Segundo fontes extra-oficiais, o estudo indicou um consumo total entre 7,1 e 7,2 milhões de toneladas de arroz branco ou 10,6 e 10,8 milhões de toneladas de arroz em casca.

Confirmados os dados, a demanda nacional ficaria entre 350 e 600 mil toneladas abaixo das projeções mais recentes da Conab. Além disso, os números coincidiriam com a informação que o Departamento de Economia da Farsul têm defendido, de que 2019 apresenta uma queda pouco superior a 4% no consumo de arroz.  




Enviar notícia para um amigo

comentários (8)

08/08/2019 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
Exportar mais... Quotizar as importações do Mercosul... E dai não precisariamos reduzir a area de cultivo!!! Haveria maior equilibrio entre a oferta e a demanda o que geraria preços mais estáveis... Se os números da Abiarroz estão corretos precisamos reduzir ainda de 1 milhão a 1,5 de toneladas de arroz por ano... Isso significa diminui a area cultivada entre 10 a 15% só para equilibrar oferta e demanda com o dólar nos 3,80... Começamos e enxergar o furo da bala... Estão nos alertando!!! Quem teimar é mal intencionado ou burro mesmo!!!
09/08/2019 - Carlos Azambuja (Camaquã - RS)
Bom, estamos chegando lá, se ABIARROZ realmente confirmar esta queda nas vendas com a consequente redução no consumo (acreditando-se na veracidade dos números), inexoravelmente urge reduzir a área cultivada.
Não há outra maneira de enfrentar a situação, está claro que a solução só pode ser resolvida pelos próprios produtores com a redução de oferta !!!
09/08/2019 - Marcos Hanus ( - CE)
O arroz virou trigo. Consumo reduzido e ainda considerado como comida tóxica juntamente com a carne.
Para piorar a situação, a organização criminosa ONU, quer fazer o arroz sumir do mapa.
09/08/2019 - Marcos Hanus ( - CE)
Enquanto o arroz virou trigo, a soja está em alta. Só resta um caminho promissor, a soja, difícil é os arrozeiros verem isso.
09/08/2019 - Fernando José Rios de Melo (Rio de Janeiro - RJ)
Senhores, triste pelo falecimento do Sr. Jairton Russo, incansável na defesa das industrias de arroz de Pelotas e na tentativa de reconstrução de uma Extremo Sul, que já foi a maior de todas. Não vejo com alarmismo a diminuição de consumo do arroz no país já que itens como carne bovina, lácteos, feijão, entre outros, vem há três anos caindo o consumo, claro que o arroz preocupa mais por estar na base da alimentação do brasileiro, é fato porém que neste período a renda decresceu, o desemprego aumentou, milhares de restaurantes fecharam as portas, itens como salsicha, ôvo, hambúrguer cresceram muito. A retomada está próxima, já estou acreditando num ano 20 melhor, com um segundo semestre animador e a renda e o emprego sendo retomados. Talvez seja o momento certo para que as entidades de classe planejem ações na grande mídia, conscientizando o consumidor das vantagens do alimento arroz com feijão(o mais completo que existe), em relação aos alimentos processados, altamente condenados hoje nos países de primeiro mundo. Desconfio que se a ação for bem feita, há de se reverter esta tendência e qualquer incremento no consumo de 3, 4 , 5%, teremos uma população mais saudável bem como toda a cadeia produtiva mais confiante no futuro.
10/08/2019 - Marcos Hanus ( - CE)
Bom comentário Fernando.
Teremos um problema se o povo der ouvido a organização criminosa ONU. Eles querem criminalizar o consumo de arroz. Com certeza a indústria de alimentos processados, fastfood devem ter doado algum dinheiro a ONU, para haver está propaganda.
12/08/2019 - Antonio Paulo (Três Cachoeiras - RS)
Muito cuidado com as 'fake news'. O consumo de arroz a 20 anos se comparados aos dias de hoje caiu 8%. A população aumentou 29%. 3kg de redução e aumento da população em 60 milhões. Estatisticamente, não houve redução. Importante lembrar que o Arroz é rico em proteínas, fibras e não contem glúten.
Vamos trabalhar. Produtor precisa da industria e a industria do produtor.
Estamos do mesmo lado...
O vilão não é a industria, e nem o produtor, mais sim as falsas noticias que atrapalha quem esta lutando para gerar produto e riqueza....

12/08/2019 - Marcos Hanus ( - CE)
Apareceu nosso amigo Antônio Paulo. Mas não adianta defender a indústria.
Sabemos que a indústria faz concorrência entre si, para entregar ao varejo o fardo de arroz mais barato. É claro que eles não se preocupam com as finanças, afinal de contas, baixam o preço do casca ao produtor, e garantem sua margem.

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio