Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
assine 3
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

20.07.2019 | INTERNACIONAL - por Cleiton Evandro dos Santos - Analista AgroDados/Planeta Arroz

Índia perde mercados de arroz africanos para outros países

Exportadores pedem apoio do governo, enquanto rivais como a China e a Tailândia, os substituem no promissor mercado africano

imagem No ano passado a exportação de arroz não-basmati caiu 1,3 milhão de toneladas

Os exportadores de arroz da Índia, principal fornecedor mundial do grão, pediram ajuda ao governo esta semana depois de constatarem que estão perdendo mercados no continente africano na medida em que países que tradicionalmente adquiriam seu produto estão optando pelo grão mais barato da China e da Tailândia. Os exportadores hindus buscam incentivos para o governo sustentar seus mercados.

Um aumento no preço mínimo de suporte (MSP) para o arroz, juntamente com o fortalecimento da rúpia em relação ao dólar, tornou o arroz indiano caro no mercado mundial, prejudicando os embarques do grão não-basmati, disseram traders à imprensa indiana. Dados provisórios para as remessas feitas durante abril-maio ​​deste ano indicam que as exportações caíram pela metade em relação ao mesmo período do ano passado.

Os embarques de arroz não-basmati caíram para 711 mil toneladas durante abril-maio ​​deste ano, de 1,52 Mt, no mesmo período do ano passado. Em termos de valor, os embarques caíram para US$ 294 milhões em relação aos US$ 652 milhões do ano passado. Isso ocorre mesmo quando os embarques basmati testemunharam um crescimento constante no mesmo período.

Pedido de apoio

"O governo deve considerar a possibilidade de estender o incentivo de 5% de subvenção de juros aos exportadores de arroz não basmati", disse BV Krishna Rao, presidente da Associação de Exportadores de Arroz, ao Ministério do Comércio recentemente. Tais incentivos ajudarão as exportações indianas a permanecerem competitivas.

O incentivo de 5%, introduzido para os exportadores de arroz não basmati em novembro do ano passado, terminou em março deste ano. Por estar entre as cinco principais categorias de exportação, comerciantes de arroz não-basmati são desconsiderados para a subvenção de juros.

Entrada chinesa

Atualmente, o arroz indiano não basmati é de 5% a 10% mais caro comparado a outros concorrentes tradicionais como Tailândia, Vietnã, Paquistão e Mianmar, disse Rao. No entanto, a entrada do arroz chinês nos mercados este ano agravou o problema para os negociadores hindus, acrescentou.

Rao disse que a agência estatal chinesa COFCO está no mercado para liquidar estoques antigos de 3 a 4 milhões de toneladas e está visando mercados na África, incluindo o Egito. A Índia tem cerca de 50% de participação no mercado de arroz africano, estimado em cerca de 15 milhões de toneladas por ano.

Os embarques de arroz não-basmati da Índia desaceleraram durante o trimestre de outubro-dezembro do ano passado devido ao impacto do maior preço mínimo interno, que teve um aumento de 13% na temporada de kharif - a principal safra indiana, que vai de junho a dezembro - de 2018. O anúncio de 5% de juros subsidiados ajudou a compensar o impacto.

Incentivo

Um aumento adicional de 3,7% no preço mínimo (MSP) para a safra  kharif 2019 contribuiu para o desafio dos exportadores. O governo deve olhar para um uma transferência direta de renda em vez de aumentar o MSP, disse ele.

A Índia é o maior exportador de arroz mundial e responde por um quarto dos embarques globais. Em 2018-19, as exportações de arroz não basmati caíram para 7,5 milhões de toneladas de 8,8 milhões de toneladas no ano anterior. Em termos de valor, os embarques caíram para US$ 3 bilhões entre 2018-19 e US$ 3,63 bilhões no ano anterior.




Enviar notícia para um amigo

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio