Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
assine 3

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

13.05.2019 | EXPORTAÇÃO - por Abiarroz

Abiarroz comemora acesso ao México

Abertura do mercado do México reforça estratégia do Brasil de ampliar exportações de arroz

 A abertura do mercado mexicano ao arroz beneficiado brasileiro, anunciada nesse sábado (11) pela ministra Tereza Cristina (Agricultura), vai além da possibilidade de negócios entre os dois mercados. A conclusão das tratativas entre Brasil e México também é uma sinalização positiva para outros países, como a Colômbia e China, com os quais a Associação Brasileira da Indústria do Arroz (ABIARROZ) está em negociação.

A avaliação é de Mário Pegorer, diretor do projeto Brazilian Rice – iniciativa desenvolvida pela ABIARROZ em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Segundo ele, o Brasil não só passa a ter um novo espaço para negociar o arroz beneficiado como reforça a “agenda de possibilidades futuras em outros mercados, dentro da estratégia de ampliar as exportações do produto”.

O interesse do Brasil em exportar arroz beneficiado para o México começou em 2012. À época, o país foi indicado como mercado potencial para o produto brasileiro em um estudo de inteligência comercial realizado pela Apex-Brasil, por meio de convênio firmado com a ABIARROZ. Em 2013, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) passou a apoiar as negociações com os mexicanos.


“A partir de 2017, quando a servidora do Mapa Bivanilda Tápias assumiu o cargo de adida agrícola no México, as tratativas se intensificaram ainda mais”, lembra a diretora-executiva da ABIARROZ, Andressa Silva. Em 2018, acrescenta, surgiu a proposta de abertura daquele mercado ao arroz beneficiado brasileiro em troca do feijão mexicano.

Neste ano, pouco depois de assumir, a ministra Tereza Cristina incluiu entre as prioridades do Mapa a abertura do mercado mexicano ao arroz beneficiado brasileiro. Como parte desse esforço, a ABIARROZ convidou o Grupo Schettino, um dos principais importadores do produto no México, para participar de rodada de negociação na APAS Show – maior feira do setor supermercadista do Brasil –, no último dia 7, em São Paulo.

“Foi uma negociação exitosa com a ampla participação da cadeia produtiva orizícola”, assinala Mário Pegorer, destacando que o México importa 80% do arroz que consome, o que representa um mercado promissor para o arroz beneficiado brasileiro.




Enviar notícia para um amigo

comentários (3)

13/05/2019 - antonio carlos garcia rodrigues (camaqua - RS)
Muita Calma nesta Hora.....Arroz em casca a quase R$ 50,00 o saco, mesmo Dolar a R$ 4,00 não sei se viabiliza Exportação....Americanos ao Lado do México....Portanto, por enquanto, devagar com o Andor.....Mas não deixa de ser um Primeiro Passo...
14/05/2019 - Aluizio Goulart (Viamão - RS)
Acho q estamos no caminho certo
15/05/2019 - Edereson Diehl ( - AC)
Pras industrias q tem o produtor refém pode exportar até se o arroz estiver a R$70,00 o saco de arroz, pq já adquiriu por R$42,00 no vencimento de abril.Sds.

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio