Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
assine 3

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

11.05.2019 | EXPORTAÇÃO - por Nestor Tipa Jr./Federarroz

Ministra confirma abertura de mercado mexicano para o arroz brasileiro

Notícia divulgada pelas redes sociais foi comemorada pelo setor arrozeiro do país

imagem Ministra com o secretário da Agricultura e Desenvolvimento Rural do México, Victor M. Villalobos Foto: Divulgação

Em vídeo divulgado nas redes sociais do Ministério da Agricultura, a ministra Tereza Cristina confirmou o acordo com o México para a exportação de arroz brasileiro para o país da América do Norte. Ao lado do titular da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural do México, Víctor Villalobos Arámbula, durante reunião do G20, no Japão, informou que as portas do mercado mexicano estão abertas ao arroz brasileiro em contrapartida da importação de feijão daquele país.

A notícia foi comemorada pelo setor arrozeiro do país. O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, salienta que esta é uma das maiores conquistas da atual gestão da Federarroz, que se encerra no meio do ano, e que foi um trabalho conjunto com outras instituições como o Instituto Riograndense do Arroz (Irga), na qual o diretor comercial da época, Tiago Barata, elaborou dossiê detalhando a produção no país, da lavoura até empacotamento. "Aguardamos os detalhes e consolidação de documentos oficiais. Isso deverá repercutir positivamente no mercado nos próximos meses", destaca.

Dornelles explica que, para os produtores, a notícia não poderia vir em um melhor momento, onde ocorre o fortalecimento tanto das cotações do arroz quanto da cotação do dólar. As conversas para a abertura do mercado mexicano ocorrem desde 2015. Na ocasião, Dornelles esteve participando de evento com representantes das Américas em Cancún, onde foram dados os primeiros passos para a negociação, pois na época já havia forte demanda pelo produto brasileiro. Já em 2017, em visita à Expodireto Cotrijal, o vice-presidente da Federarroz, Alexandre Velho, reforçou as negociações juntamente com o então embaixador mexicano, Eleazar Velasco Navarro.

Em 2015, segundo dados do Comité Nacional Sistema Producto Arroz del Mexico, os mexicanos colheram 158,35 mil toneladas de arroz, queda de 80,4% em 30 anos. Em 1985, a produção do país era de 807 mil toneladas. Enquanto isso, no mesmo período, o consumo cresceu de 850 mil para 1,1 milhão de toneladas.






Enviar notícia para um amigo

comentários (3)

12/05/2019 - lauro leal da silva (Paraíso do Sul - RS)
É com muito prazer que vejo a ministra da Agricultura, a engenheira agrônoma
Teresa Cristina, minha contemporânea na melhor universidade rural do Brasil, a UFV-Universidade Federal de Viçosa-MG tomar esta medida. Parabéns, ministra Teresa Cristina!
13/05/2019 - Fernando José Rios de Melo (Rio de Janeiro - RJ)
Parabéns Ministra da Agricultura Tereza Cristina, IRGA e Federarroz, conquistas como esta consolidam ainda mais toda a cadeia do arroz.
13/05/2019 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
Parabéns Ministra e aos demais envolvidos. Sempre pedi mais exportações nesse espaço como solução nesse espaço. Vamos aproveitar que o Porto tá vazio e o dolar subindo para exportar bastante arroz. Mas não se esqueçam que precisamos de um terminal exportador só nosso, seja em Rio Grande, seja em Torres!!!

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio