Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
assine 3

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

22.04.2019 | SAFRA - por Irga

Colheita chega a 85,1%

Zona Sul já tem quase 94% da área colhida, e é a região mais adiantada no RS

imagem Colheita de arroz em Arroio Grande Foto: André Barros Matos/Irga

 A colheita da safra 2018/2019 atingiu 837.518 hectares, ou 85,1% do total semeado de 984.081 ha de arroz no Rio Grande do Sul. A produção é de 6.440.019 toneladas até o momento, com produtividade média de 7.689 quilos por hectare. O levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (22), pela Seção de Política Setorial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), baseados nos dados fornecidos pelo Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) e Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates).

A regional da Zona Sul é a mais avançada em área colhida, com 145.865 ha (93,7%), produção de 1.198.978 toneladas e a maior produtividade até agora: 8.220 kg/ha. A Zona Sul abrange 12 municípios produtores de arroz.

A Planície Costeira Externa é a segunda mais adiantada, com 101.746 ha (90,2%), produção de 731.834 toneladas e produtividade de 7.193 kg/ha. Logo após está a Fronteira Oeste, com a maior produção até o momento, 2.082.950 toneladas, área colhida de 264.237 ha (87,7%) e produtividade de 7.883 kg/ha.

A Campanha colheu 121.529 ha (86,6%), com 890.417 toneladas de produção e 7.327 kg/ha de produtividade. Na sequência aparece a Planície Costeira Interna, com 117.005 ha (84,4%), produção de 878.942 toneladas e produtividade de 7.512 kg/ha. E depois vem a região Central, com 87.136 ha (64,5%), produção de 656.899 toneladas e produtividade de 7.539 kg/ha.
O engenheiro agrônomo André Barros Matos, responsável pela Coordenadoria da Regional da Zona Sul do Irga, destaca o desempenho satisfatório da região, mas observa que poderia ter sido ainda melhor se não fossem as condições climatológicas desfavoráveis e cita a oferta da luz no período reprodutivo do grão como principal fator negativo.

“Apesar do clima nem sempre contribuir positivamente, nossa região vem nos últimos anos registrando a mais produtividade do Estado. Nesta safra cultivamos uma área menor de arroz e tivemos mais de 80% da semeadura dentro da época recomendada”, completa.

Quatorze cidades já atingiram os 100% de área colhida. Duas na região da Fronteira Oeste: Caibaté e Itacurubi; duas na Central: Lavras do Sul (leste) e Pinheiro Machado; três na Planície Costeira Interna: Amaral Ferrador, Charqueadas (oeste) e Dom Feliciano; cinco na Planície Costeira Externa: Alvorada, Dom Pedro de Alcântara, Gravataí, Sapiranga e São José do Norte; e duas na Zona Sul: Herval e Turuçu.

Para verificar a evolução da colheita de arroz de cada município gaúcho, acesse aqui.

 




Enviar notícia para um amigo

comentários (2)

22/04/2019 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
Baixa uns 10% nessas produtividade média e a coisa fica mais ou menos parecida! Esses arrozinho agora da finaleira tão bem fraco!
22/04/2019 - antonio carlos garcia rodrigues (camaqua - RS)
OK.....Mas qual será a quebra em relação ao ano Passado ?? Já é possível se falar em Percentuais ?? 10...12.....15% ?...

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2019 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio