Sementes Basso 2

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
Facebook
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

13.06.2018 | DíVIDAS - por Câmara Federal

Bancos detalham cronograma para linha de repactuação de dívidas agrícolas

Crédito por produtor é limitado a R$ 20 milhões e poderão ser quitados débitos bancários e dívidas contraídas fora do sistema financeiro

imagem Bancos e comissão federal avançam na negociação das dívidas agrícolas Foto: Divulgação

A Comissão Externa do Endividamento Agrícola (CEXAGRI) voltou a se reunir nesta quarta-feira (13) com dirigentes de instituições financeiras para detalhar o cronograma de implantação da linha de composição de dívidas. De acordo com o chefe de Departamento de Gestão do Crédito Rural do BNDES, Carlos Alberto Vianna, a instituição ainda está trabalhando na modelagem desse crédito. “São recursos que o produtor vai poder quitar dívidas bancárias e não bancárias, compor isso num crédito alongado, podendo chegar até 12 anos de prazo máximo, com dois de carência. Tudo num rol de dívidas relacionadas à atividade agrícola, inclusive com fornecedores de insumos, com um volume máximo de R$ 20 milhões por produtor”, explicou Vianna. A linha de crédito prevê taxa de juros composta por TLP + 4,7% ao ano, o equivalente a 11%

Para que os recursos cheguem até as agências ainda serão necessárias algumas etapas burocráticas, como a edição de uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CNM). É possível que isso aconteça na próxima reunião do colegiado, marcada para o dia 26 de junho. Caso não seja possível nessa data, uma reunião extraordinária do CNM deve ser chamada com este objetivo. A partir disso, devem correr mais 30 dias para que o BNDES possa emitir uma circular informando seus agentes financeiros sobre criação da linha de repactuação de débitos agrícolas. A expectativa é que tudo possa estar sendo operacionalizado em, no máximo 120 dias.

O coordenador da CEXAGRI, deputado Jerônimo Goergen (Progressistas-RS) orienta os produtores rurais a procurarem as gerências dos bancos nesse período de transição, que vai de agora até o momento da adesão. “A linha não é para atender quem não tem o problema do endividamento. Quem não tem esse problema deve manter os cronogramas previstos dos pagamentos que estão em andamento. É fundamental que o produtor mantenha a adimplência. O que será feito agora é o levantamento do montante de recursos, o perfil do produtor e tudo aquilo que é necessário para a implantação dessa linha”, esclareceu. O parlamentar disse ainda que este novo produto vai permitir um desembolso menor que poderá reorganizar a vida do produtor rural fora do sistema financeiro, trazendo a dívida mais cara para dentro dos bancos.

O relatório final da Comissão Externa do Endividamento Agrícola já está disponível para conhecimento público e será votado no dia 7 de julho. O texto traz os apontamentos e sugestões legislativas para o enfrentamento da grave crise de renda que atinge diversos segmentos do agronegócio.

Íntegra do relatório 

Íntegra do vídeo




Enviar notícia para um amigo

comentários (3)

14/06/2018 - Antonio Paulo (Três Cachoeiras - RS)
Porque para minha empresa ninguém da uma barbada dessas?
15/06/2018 - Jean Ferrucci (Uruguaiana - RS)
Verdade!!!!
15/06/2018 - Carlos Azambuja (Camaquã - RS)
A barbada da Indústria vem dos descontos escandalosos que a mesma aplica nos produtores!!

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

busca no site

buscar
gluten2
anuncie
Todos os direitos reservados - Copyright 2018 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio