Sementes Basso 2

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
Facebook

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

11.06.2018 | DíVIDAS - por Nestor Tipa Júnior/AgroEffective/ Federarroz

Federarroz orienta produtores sobre renegociação de dívidas

Entidade está buscando encontros com agentes financeiros para solicitar prorrogação automática dos vencimentos

A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), está buscando junto aos principais agentes financeiros que atuam com o setor orizícola, reuniões com o objetivo de solicitar a prorrogação automática dos vencimentos das parcelas de créditos rurais previstas para as próximas semanas. O objetivo é evitar a condição de inadimplência dos produtores, tendo em vista a possibilidade de acesso à linha de crédito a ser criada pelo Governo Federal.

No último anúncio do Plano Agrícola e Pecuário, realizado no dia 6 de junho, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, confirmou a criação de linha de crédito com o objetivo de viabilizar a repactuação de dívidas agrícolas, pelo prazo de até 12 anos, por meio da intervenção do BNDES. A alegação da Federarroz é a de que o setor orizícola enfrenta a maior crise de sua história, situação agravada em decorrência da previsão de vencimentos financeiros nas próximas semanas.

Mesmo assim, os produtores que estiverem em situação de problema em relação aos pagamentos dos vencimentos de créditos rurais devem procurar o departamento jurídico da Federarroz de forma a saber quais os procedimentos devem ser adotados neste atual momento.




Enviar notícia para um amigo

comentários (6)

12/06/2018 - Marcos Hanus ( - CE)
Em nenhum momento a federarroz pediu aos produtores para reduzir a área plantada. Só fala em crise, prorrogação de dívidas e o pior de tudo, querendo destruir na justiça a vitória conquistada pelos caminhoneiros, reajuste do frete, que assim como o arroz estava com preço baixo.
É muito nítida a posição da federarroz, contra os trabalhadores ( rizicultores e caminhoneiros) é a favor do governo.
12/06/2018 - Flavio Evandro (Santa Maria - RS)
Ano passado (em outubro de 2017) a Federarroz pediu redução de área de no mínimo 30% no que eu compactuava e sigo compactuando para as futuras safras, pois somente assim teremos oferta e demanda que nos propiciem vender nosso produto por preços justos. Tem muita gente plantando arroz sem estar capitalizada e profissionalizada o suficiente para se manter na atividade muito embora eu acredite que deveriamos estar vendendo nosso arroz por R$ 60 no mínimo. Reduzir área de arroz e aumentar a de soja é a unica forma de equilibrar nossa atividade!!!
12/06/2018 - Carlos Azambuja (Camaquã - RS)
Tentando ajudar e complementar o comentário do Flávio, confirma-se que a Federarroz pediu a redução de área, o que não foi bem aceito por boa parte de produtores.
Porém hoje, está escancarado que se tivesse havido uma redução de pelo menos a metade do solicitado ( 15 % ) o preço seria outro. Com isso comprova-se que racionalidade não faz parte de boa parte da categoria, indiscutivelmente.
Soma-se ainda dois fatores preponderantes não levados em consideração por determinados produtores que pagam arrendamentos absurdos que giram em torno de 28 a 30 % da produção obtida. E para complementar, as malfadadas CPRs, muita gente financiada pela indústria. Enquanto estas arestas não forem aparadas, acredito que aqueles que podem se queixar do preço baixo são poucos!!
12/06/2018 - Edereson Diehl ( - AC)
QUEM NÃO TEM DIVIDA JÁ ACHA RUIM SE MANTER NA ATIVIDADE, IMAGINE OS INDIVIDADOS. ARROZ NO MINIMO R$85,00 a saca de 50kg.Sds.
13/06/2018 - Marcos Hanus ( - CE)
Eu acho que seria totalmente possível vender arroz a r$ 85,00 a saca de 50kg do casca, desde que TODOS os produtores reduzir a área pela metade.
13/06/2018 - EDSON TIAGO REGINATO (Querência do Norte - PR)
Enquanto vier arroz barato do mercosul, esqueçam que o arroz suba de preço.
Podem produzir menos ou mais, eles continuarão aumento a produção e mandando pra cá sempre mais barato. CONCORRÊNCIA DESLEAL!!! Taxação no arroz deles seria bom. O nosso povo tem que comer o nosso arroz, não o arroz deles.

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

busca no site

buscar
gluten2
anuncie
Todos os direitos reservados - Copyright 2018 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio