Sementes Basso 3

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
Facebook
news

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

17.05.2018 | EXPORTAçãO - por Cooperja

Primeiro embarque de arroz em casca de SC é realizado pela Brazilrice

Brazilrice é uma central que reúne cinco cooperativas com o objetivo de exportar arroz

imagem Destino final do arroz catarinense é a Venezuela Foto: Divulgação/Cooperja

O primeiro embarque de arroz em casca para exportação de Santa Catarina é realizado pela Cooperativa Central Catarinense Brazilrice e deve durar uma semana. Com início na última segunda-feira (14) e termino previsto para a próxima sexta-feira (18), serão exportadas 30.000 toneladas de arroz catarinense, através da SCPar Porto de Imbituba, com destino à Venezuela. Segundo o presidente da Cooperativa Central, Vanir Zanatta, este é o primeiro passo nas vendas externas do cereal. “Após negociações com a Trading e ajustes de volumes entre as cooperativas Copagro, Cravil, Cooperjuriti, Coopersulca e Cooperja, que formam a Brazilrice, decidimos pela efetivação do negócio”, declara o presidente.

De olho em uma fatia maior de mercado externo, a Brazilrice pretende consolidar sua atividade exportadora. O arroz beneficiado já é exportado pelas Cooperativas coirmãs, para países do continente Africano, América do Norte e Caribe e representa cerca de 10% do volume por elas beneficiados.

Toda exportação, auxilia a diminuir a oferta doméstica, aquecendo o preço interno do produto, que encontra-se defasado. A ideia é que ao final desta cadeia produtiva, o rizicultor receba o preço justo pelo seu trabalho e produto. “Vivemos uma das mais sérias crises na cultura do arroz. Agricultores organizados, como o movimento “Te Mexe Arrozeiro”, realizaram dois encontros importantes, chamando atenção dos governantes. O sistema cooperativo estava presente, pois plantamos e colhemos com preços abaixo do custo de produção”, explica Zanatta.

Conheça a Brazilrice

Hoje a Brazilrice é uma cooperativa central, formada por 5 cooperativas catarinenses, sendo: Cooperja, Coopersulca, Cooper Juriti, Copagro e Cravil. Por trás desta estrutura, existem 10 mil de famílias produzindo de forma sustentável o arroz que chega à mesa do brasileiro nas mais diversas regiões do País e porque não do planeta.

A Brazilrice proporciona às cooperativas sócias a possibilidade de comercializar em conjunto, otimizando custos, nesta etapa da cadeia produtiva do arroz. O resultando é maior competitividade e qualidade final dos serviços e produtos, para todos os clientes.

Seu negócio é a comercialização de arroz e sua missão, “Apoiar as cooperativas filiadas na sustentação das atividades produtivas de seus associados, através da ação integrada para o desenvolvimento e fortalecimento no mercado de arroz”.




Enviar notícia para um amigo

comentários (2)

18/05/2018 - antonio carlos garcia rodrigues (camaqua - RS)
Santa Catarina ja viu que não pode mais ficar esperando só o Mercado Interno, com o risco de quebrar seus Cooperados que vendem arroz muito abaixo do custo de Produção...Exportar é a saida..Casa vez mais e mais..Parabéns aos envolvidos...
18/05/2018 - Edereson Diehl ( - AC)
E o bom é que o dolar está alto, onde quem tem soja não vende arroz pra esperar um preco melhor pra frente. Nesse ritmo , não vai longe o dolar estará passando dos quatro Reias. VAMOS QUE VAMOS EXPORTAR.

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2018 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio