Sementes Basso 2
Facebook

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
banner5

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 4

notícias

12.09.2017 | TRIBUTAçãO - por Notícias Agrícolas

Resolução do Senado suspende cobrança de débitos do Funrural

A expectativa é que, promulgada, a resolução resolva o impasse sobre a cobrança retroativa do Funrural

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, promulgou nesta terça-feira ( 12) o projeto de resolução que suspende a cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). A proposta foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no mês passado.

Como não houve recursos, o documento agora passa a ser a Resolução nº 15 , de 2017 do Senado Federal.

A proposta, apresentada pela senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), invalida trechos da Lei de Seguridade Social relativos à contribuição para o fundo, considerados inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2010 e 2011.

A expectativa é que, promulgada, a resolução resolva o impasse sobre a cobrança retroativa do Funrural. Na ocasião, o STF decidiu que havia bitributação do produtor e do empregador rural pessoa física, pois ele pagava a contribuição sobre a folha de pagamento e sobre o faturamento. Graças a liminares obtidas tendo como base o entendimento do Supremo, diversos produtores deixaram de recolher a contribuição. As decisões levaram em conta a redação da Lei do Funrural dada pelas leis 8.540/92 e 9.528/1997.

Em março deste ano, o STF proferiu nova decisão em que declarou constitucional a cobrança do Funrural, dessa vez com base em uma nova legislação em vigor, a Lei 10.256/2001. A Receita Federal orientou os contribuintes a regularizarem as dívidas. Para mitigar o impacto do pagamento dos valores em atraso, o Planalto editou medida provisória (MP) permitindo a renegociação.

A invalidação dos trechos considerados inconstitucionais anteriormente resolve a questão e torna a MP desnecessária. Como o Supremo já havia considerado a cobrança inconstitucional anteriormente, o que foi instituído por legislação posterior sequer pode ser considerado válido.

A contribuição ao Funrural é destinada à Previdência do trabalhador rural. A senadora Kátia Abreu defende que seja discutida nova contribuição, já que, segundo ela, há distorções.




Enviar notícia para um amigo

comentários (2)

13/09/2017 - jose carlos vizzotto (São Borja - RS)
quando em março comentei estava resolvido politicamente este caso fui criticado. bom agora esta as claras
13/09/2017 - Fernando Moura Nasib (São Borja - RS)
Não está nada resolvido. A lei que a senadora se baseou para o projeto é de 1991 e 1992.
O STF se baseou na lei de 2001 para dar este ultimo julgamento, onde considerou legal a cobrança.
Ou seja a lei que a senadora está dando efeito não existe desde 2001.

Resumindo .... é o legitimo engana trouxa ....

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2017 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio