Abertura da Colheita do Arroz

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
news
Assine 5

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos

artigos

03.11.2020 | Energia | artigo inédito

Conta de energia rural: como reduzir.

por Antônio C. Kipper - Engenheiro Eletricista - energyMAX Consultoria em Custos de Energia

Como regra, os proprietários rurais olham a conta de energia em dois aspectos: seu vencimento e valor total em reais. Se cabe no bolso e não contém nenhum exagero, o pagamento é realizado.

Como estão sempre muito ocupados com as atividades do campo e da lavoura, acabam não verificando os detalhes de formação da conta e, por isso, podem estar pagando por desajustes contratuais, por parcelas que podem ser evitadas, por não avaliarem se a opção contratual é a mais adequada, se está havendo parcelas incorretamente cobradas, se há parcelas evitáveis na conta de energia e em quais horários poderão usufruir de energia mais barata, etc. Com isso, deixam de avaliar com profundidade um custo fixo do seu empreendimento, comprometendo o resultado no balanço anual.

Poucos sabem que é possível avaliar detalhadamente uma conta de energia elétrica e verificar alternativas de redução de custo.

As economias nas contas de energia podem, em determinadas condições, se tornar ressarcimentos de valores já pagos à distribuidora. Isto permite retornar ao Caixa os valores pagos indevidamente.

Há várias cooperativas de eletrificação do país que estão passando para as regras definidas pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), sendo as mais recentes: a Coopersul, de Bagé e a Celetro, de Cachoeira do Sul. Trata-se de regras novas, de âmbito nacional, de adoção compulsória para todos os usuários da energia e que devem ser criteriosamente analisadas. Nestes casos, certamente haverá mudança de tarifas, com tarifas especiais, com descontos elevados, para irrigação (pivot, levante de água, etc), em determinados horários e das condições de cobrança da demanda de energia. Qualquer desajuste pode levar a custos elevados. Nos novos contratos, há período de testes que devem ser acompanhados pelo consumidor para fazer os devidos ajustes finais.

Além dos aspectos tarifários, há ainda os tributários que geram custos nas contas de energia. Em alguns casos, pode-se buscar custos tributários menores, fazendo com que a conta final fique no menor valor possível.

No exemplo a seguir, mostra um exemplo ilustrativo, onde o usuário tem um custo final da energia, mostrado no ponto vermelho – um pouco acima de R$ 0,50 por kWh -, sem impostos, estando na tarifa de cor azul. Ao migrar para a tarifa de cor preta ou para a verde poderá ter custos menores. Mesmo na azul, há possibilidade de custos menores do que os atuais. 


Enviar artigo para um amigo

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2020 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio