semearagricola
macoppi 2

cadastre-se

Na Planeta Arroz os usuários cadastrados têm muitas vantagens. Faça o seu cadastro grátis.

cadastre-se agora
Facebook

rss

Na Planeta Arroz você pode conferir as últimas novidades através de Feeds RSS. Confira:

notícias
artigos
Assine 5

notícias

13.02.2017 | AGRONEGóCIO - por Rádio Uirapuru/Passo Fundo (RS)

Expansão desenfreada da soja preocupa e ameaça futuro da carne e arroz no Estado

Hoje o Estado conta com mais de 5,5 milhões de hectares de área plantada e é o terceiro maior produtor do grão no país

Com rapidez a soja está tomando conta das áreas de pecuária e de arroz da Metade Sul do Rio Grande do Sul. Na estrada até até Santana do Livramento o campo que antes era ocupado pelo gado, ovelhas e plantações de arroz hoje são de soja.

Segundo o IBGE, nos últimos cinco anos, enquanto as lavouras do grão na Campanha e na Fronteira Oeste, que são regiões típicas de pecuárias, cresceram 200%, e alcançaram 740 mil hectares, o rebanho cresceu 1,5%. Hoje o Estado conta com mais de 5,5 milhões de hectares de área plantada e é o terceiro maior produtor do grão no país.

No caso do arroz, os produtores estão preferindo alternar o seu plantio e das pastagens pelo cultivo de soja porque o grão gera renda mais rapidamente. Conforme dados do Instituto Riograndense do Arroz - Irga, a soja ocupou cerca de 302.579 mil hectares de várzea na safra 2013/2014.

Em entrevista à Uirapuru, o biólogo e ecologista, professor João Grando, explicou que esse tema é complexo porque os reflexos da monocultura resultam inclusive no fechamento de frigoríficos e no desemprego da população local. A redução da produção da proteína animal preocupa porque pode elevar muito os preços da carne.

O professor disse que o ideal para o Estado é a policultura, com rebanho e grãos. Contou que a monocultura pode se tornar um problema para o meio ambiente com o fim da fauna e flora do pampa e o extermínio dos campos. Para Grando, é preciso pensar em toda a biodiversidade.




Enviar notícia para um amigo

comentários (4)

13/02/2017 - flavio evandro schmidt (santa maria - RS)
Parabens aos bravos e corajosos produtores que estao lutando pela sobrevivencia, para nao perderem seus patrimonios e para almejarem algum lucro. Parece que no Brasil eh proibido buscar lucro e independencia. Estamos vencendo o cbresto da industria. Vao aprender a nos respeitar e valorizar. Chega de produzir comida barata pro povao e do outro lado importarem 2 milhoes de toneladas de arroz para nos quebrarem e manterem como rebanho de produtores. O arroz bem como aconteceu com o feijao precisa ser valorizado!!! Quem acreditou apesar de todos os investimentos e dificuldades sera recompensado!!!
14/02/2017 - Walter Arns (Uruguaiana - RS)
Que gracinha essa reportagem! Eu não esperava, um dia ver um ecologista defendendo pecuária extensiva! Estou realmente surpreso. Deduzo que talvez eles também gostem de um churrasquinho bovino, mas que seja bom e barato, não é?
Desde quando que ecologistas, que via de regra têm como projeto de vida dificultar quem produz, tem que dar entrevistas sobre o que nós produtores devemos ou não produzir? Ou será que eles tão querendo proteger nossas margens de lucro, que permitem nossa sobrevivência na atividade?
15/02/2017 - Vitor Pagani (Pelotas - RS)
HAHAHAHAH
Quando só tinha uma pecuária extensiva o arroto da vaca era um poluente gigantesco pra camada de ozônio, olha só, os produtores preocupados com o efeito estufa estão se adaptando para poluir menos plantando soja.
15/02/2017 - glaico goetten (Guaramirim - SC)
Meus amigos, não era esse pessoal que colocava um bujão plástico em cima de uma vaca com uma mangueira no traseiro do animal pra envasar o gás que destrói o planeta pelo efeito estufa? Se preocupando com empregos? Chegará um dia que esse povo vai ver o que é fome, agricultor é um bicho em extinção, muito poucos moleques estão na lavoura, grande maioria são gente com mais de 45 anos, isso vai fazer falta. Ficará somente grandes grupos econômicos, que irão ditar os preços dos alimentos.

Deixe o seu comentário.
Para isso, é necessário estar logado.

esqueci minha senha enviar

Se você é um novo usuário, faça o seu cadastro gratuitamente.

Todos os direitos reservados - Copyright 2017 - Planeta Arroz

Desenvolvido por dzestudio